[Astronomia Através da Janela] Participação do Público com incríveis Imagens

Medalha Comemorativa Colecionável: 140 anos OV
07/12/2021
Calendário Astronômico 2022 / OV-UFRJ
12/01/2022

ASTRONOMIA ATRAVÉS DA JANELA – DESCOBRINDO O UNIVERSO SEM SAIR DE CASA

 

O céu estrelado fascina as pessoas desde as épocas mais remotas. Muito antes da Astronomia se tornar uma ciência moderna, ela nasceu do encanto da humanidade pelo Cosmo e da necessidade de entender o seu funcionamento. Durante os séculos XIX e XX, o desenvolvimento científico, em parte impulsionado pela Astronomia, deu ao homem condições do uso de crescente tecnologia em suas atividades diárias. Começamos a transformar o planeta, migramos para as grandes cidades e vivemos, quase sempre, acelerados, em nossa era pós-industrial.

 

Em 2020, esse estilo de vida pós-moderno foi, em parte, contido com o auge da pandemia da COVID-19, que afetou toda a população mundial. Era necessário se recolher por um momento e tomar as devidas precauções. As mudanças que a pandemia carretou tiveram consequências, dentre elas a suspensão, em março, das atividades presenciais (acadêmicas e extensão) da UFRJ  Entretanto, o confinamento e a volta ao lar, trouxe novamente à humanidade um deleite ancestral: a contemplação do céu estrelado.

 

Para encorajar a interação das pessoas durante o período de isolamento social, entre outras ações, o Observatório do Valongo criou o projeto Astronomia Através da Janela”, que vem oferecendo, desde abril de 2020, material de divulgação, dicas e sugestões para que todos possam, de suas casas, explorar o Universo. O projeto surgiu especificamente no contexto do período de quarentena, compelido pelo interesse maior da população sobre os fenômenos celestes e pela necessidade de manter ativas as atividades de divulgação da Astronomia do Observatório do Valongo da UFRJ. A proposta esteve atenta ainda para o caráter democrático da Astronomia que, ao incentivar a observação do céu estrelado, propõe uma atividade que independe da condição social de cada um.

 

Além da produção de material didático com textos, imagens, vídeos e lives contendo dicas de como observar os astros através da janela, no conforto do lar, o projeto procura discutir a problemática da poluição luminosa em diversos contextos (criação do movimento #DesligueAsLuzes) e proporcionar um canal de interação direta com o público. Uma das atividades propostas do projeto foi a de incentivar o público a enviar imagens astronômicas de autoria própria feitas “através da janela”: um jeito interessante e divertido de apreciar o céu noturno, mesmo longe de um observatório. Neste quesito, criamos o mural de imagens astronômicas publicadas durante a pandemia da COVID-19. Nele, o público nos envia imagens feitas com câmeras comuns, celulares ou mesmo câmeras profissionais das cenas astronômicas capturadas da janela ou mesmo do quintal de casa.

 

A proposta interativa ganhou adeptos em todo o Brasil, dezenas de participantes e rendeu, até o momento, aproximadamente quatro três centenas de fotografias enviadas. Todas as imagens são analisadas e utilizadas para finalidade de divulgação da Astronomia. Dessa forma, para cada uma delas nossa equipe de astrônomos produz um texto que, associado à imagem, são compartilhadas em nossos canais de comunicação e juntos às redes sociais, muito ativas durante o período da pandemia.

 

O sucesso do projeto é verificado pelo volume de colaboradores e pelo feedback positivo  que recebemos do público. Conforme relatos dos participantes, o projeto tem:

  • despertado o interesse sobre ciência e Astronomia em pessoas que até então não possuíam conhecimentos sobre o assunto;
  • permitido a conscientização inicial sobre a poluição luminosa e seus efeitos nocivos;
  • mostrado a relevância das ações online de divulgação científica durante a pandemia;
  • fomentado uma curiosidade maior pela leitura e identificação do céu;
  • Revelado o potencial do uso da Astrofotografia para finalidades de divulgação da Astronomia.
  • Reforçado a importância das discussões acerca da ciência, seus métodos, desafios e relevância frente ao novo século.

 

Relatos dos participantes

Além das imagens, os relatos enviados por nossos colaboradores contribuem para atestar a importância do projeto, mostrando que a Astronomia é realmente uma fonte de inspiração constante, presente na vida de muitas pessoas, possuindo um inegável potencial de transformação e reflexão frente ao momento social da atualidade. Confira alguns destes relatos:

 

“O  Astronomia Através da Janela faz com que eu sinta que não estou sozinha quando passo horas olhando pro céu! Sinto que existe uma forte integração, troca de ideias e sentimentos entre os que prazerosamente compartilham dessa atividade que parece tão pessoal, mas que passa a ser coletiva quando nos encontramos”.

Rafaele Loureiro

 

“Fotografar o céu é nos colocar como parte desse Universo imenso e mostrar o quanto somos pequenos. Além de ensinar as pessoas que o céu é uma grande vitrine do passado, um calendário, modos de se orientar no espaço, fomentando o interesse em como essa engrenagem celeste toda funciona”. 

Victor Basile Astuto

 

“O que tive de surpresa com o programa ” Astronomia através da janela” foi voltar do trabalho para casa pensando em tirar fotos da lua cheia. Tentar encontrar os planetas e fotografar. Procurar na mídia para saber onde estavam e achá-los.  Isto foi novidade. Não costumava achar interessante.  Mudei completamente. E passei a fazer sempre que posso”.

Tânia Oliveira

 

“Acredito que hoje vivemos um momento muito crítico na história da humanidade. A divulgação científica tem uma grande importância no papel de aproximar a sociedade da ciência, pois hoje existe um grande abismo entre ambos”.

Wyllian Torres

 

“Amo observar o céu noturno e suas belezas, me desperta um sentimento de paz e curiosidade ao mesmo tempo, querendo sempre descobrir algo novo,  ser surpreendida. Amo ensinar o pouco que sei aos meus filhos, para que desperte neles essa mesma fascinação que tenho pelo universo, e assim aproveito para tirá-los um pouco do mundo virtual”.

Luana Cristina

 

“Quando comecei a compreender a imensidão do universo, percebi que damos importância a coisas tão banais e sem sentido que me sinto um pouco bobo. Olhar por céu é sentir que somos, de certa forma, especiais e que cada momento que passamos nesse planeta é valioso, afinal ainda não encontramos outro local para chamar de lar”.

Genecy Rezende

 

“Para  mim, participar do Astronomia através da janela é uma oportunidade excepcional, pois minha área de atuação diverge da área em questão. Enquanto na Astronomia são estudados grandes corpos celestes, na Química são analisados substâncias a nível molecular e até mesmo a nível atômico. Desde nova, gosto de observar o céu por me proporcionar paz e o projeto Astronomia através da Janela me aproxima desse sentimento”.

Luisa Roldan

 

“Projetos como o “Astronomia através da Janela” são maneiras de aproximar o público à beleza da Astronomia, do céu, das estrelas, da vida! Eu, como participante desse projeto, ao enviar minha foto, tenho a chance de divulgar a minha própria mensagem às pessoas, com o recurso da fotografia – uma arte que adoro. Posso chamar a atenção para o céu, que é único em todo o cosmos, e tão importante para a história da nossa espécie e do nosso planetinha azul”.

Tainá Giárdulo

 

“A astrofotografia tem sido uma saída mais que perfeita para a ansiedade presente em meu dia a dia com trabalho, família, estudos e relações. Em diversas vezes, no silêncio da contemplação e observação noturna, encontro o meu centro de equilíbrio, e apenas uma noite já é suficiente para me acalmar por muitos dias. Em suma, tem me ajudado a ser uma pessoa melhor para mim e para os outros”.

 

Dennis Ariel

Primeiro aniversário do Astronomia através da Janela

O projeto continua em plena atividade, tendo completado um ano de atuação em abril de 2021. Veja abaixo, o primeiro vídeo comemorativo do primeiro aniversário do projeto:

 

https://www.facebook.com/ValongoUFRJ/videos/151682556777632

 

O Observatório do Valongo agradece às inúmeras pessoas que colaboraram e continuam colaborando com o Astronomia Através da Janela. Fazemos ainda um convite para aquelas que ainda não participam: envie sua imagem astronômica pra gente e ajude a fazer uma divulgação científica de qualidade em nosso país.  Envie sua foto para o email extensao@astro.ufrj.br ou anexe diretamente no ícone abaixo ENVIE SUA FOTO. Não perca essa chance e, participe!

 

A Coordenação de Extensão do Observatório do Valongo da UFRJ se orgulha de contar com a participação da sociedade neste projeto interativo que une a paixão pela Astronomia, fotografia e a necessidade de cativar e inspirar novas mentes.  Parabéns a todos e todas!

 

Equipe

Dr. Daniel R. C. Mello (Astrônomo e coordenador do projeto)

Dr. Rundsthen Vasques de Nader (Astrônomo e vice-diretor do Observatório do Valongo)

Dra. Ana Beatriz de Mello (Astrônoma do Observatório do Valongo)

Graduandos e voluntários atuantes no projeto: Marco Laversveiler, Luciana Socal, Jonatã Arcas Silva, Eric Freitas, Igor Borgo, Taylan Sales, Beatriz Ferreira, Lydia Tayline da Conceição, Laísa Tatiana Medeiros, Marcus Thulio Chaves, Natan Vitor de Souza, Manoel Pacífico e Marcelo Menezes.

Mural do Astronomia através da Janela

Aprecie agora a galeria que preparamos com as imagens de nossos colaboradores:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nossos agradecimentos aos nossos colaboradores listados abaixo:

Diego Marques – Rio de Janeiro (RJ)
Juliana Fonseca – Rio de Janeiro (RJ)
Fabrizzio Montezzo – Rio Claro (SP)
Maria Teixeira – Rio de Janeiro (RJ)
Paulo Borges – Rio de Janeiro (RJ)
Rafael Moreira – Rio de Janeiro (RJ)
Ricardo Arcanjo de Lima – Rio de Janeiro (RJ)
Carlos Alberto Palhares – Monte Carmelo (MG)
Aldo Gusmão – Curitiba (PR)
Tainá Giardulo – (MG)
Gustavo Sigal – Niteroí (RJ)
Tânia Maria de Oliveira – Olinda (PE)
Sean Luis de Oliveira – Monte Camelo (MG)
Davi Antônio Velloso – Macaé (RJ)
Rafaele Loureiro – Rio de Janeiro (RJ)
Luendrel Puggina – Pirituba
Ana Luísa Dias – São Roque de Minas (MG)
Julya Tonon – Rio de Janeiro (RJ)
Luisa Roldan – Rio de Janeiro (RJ)
Luana Cristina Cunha – Uberlândia (MG)
Wyllian Torres – Seropédica (RJ)
Gustavo Pinheiro – Rio de Janeiro (RJ)
Marcelo Lemos – Rio de Janeiro (RJ)
Genecy Rezende – Duque de Caxias (RJ)
Rafaela Gouvea – Petrópolis (RJ)
Lohanne Brito – Rio de Janeiro (RJ)
Erik Zampieri – Birigui (SP)
André Megale – Rio de Janeiro (RJ)
Danilo Malvezi – Pedro de Toledo (SP)
Gabriel Jancso Gomes – Praia Grande (SP)
Geruza Barreto – Rio de janeiro (RJ)
Sérgio Henrique Silva Júnior – Rio de Janeiro (RJ)
Julia Bitencourt – Salvador (BA)
Marianna Queiroz – Rio de Janeiro (RJ)
Idair Alflen – Alto Alegre dos Parecis (RO)
Ezekiel Gutierrez
Victor Astuto – Santos (SP)
Jorge Oliveira – Nova Iguaçu (RJ)
Caio Correia – Cajazeiras (PB)
Viviane Rodegheri – Valença (RJ)
Alexandre Megale – Rio de Janeiro (RJ)
Eduardo Burichel – Gravatá (PE)
Ana Clara Moreira – Diamantina (MG)
Adilson Silva – Duque de Caxias (RJ)
Lucas Rubio – Duque de Caxias (RJ)
Marcelli Luiz – Rio de Janeiro (RJ)
Dayvson Costa – Diamantina (MG)
Beatriz Martins – Rio de Janeiro (RJ)
Alison Mineiro Martins – Nova Friburgo (RJ)
Marcelo de Cicco – Petrópolis (RJ)
Sofia Fonseca – Pindamonhangaba (SP)
Lucas Santos – Japeri (RJ)
Renata Rodrigues – Rio de Janeiro (RJ)
Fábio Henrique – Barreirinhas (MA)
Adam Martins – Curitiba (PR)
Vanessa Salles – Nova Iguaçu (RJ)
Ursulla Raquel Ferreira – Rio de Janeiro (RJ)
Diego Reis – Itaboraí (RJ)
Adilson Silva – Guiricema (MG)
Jonathas Tinoco – Campos dos Goytacazes (RJ)
Angela Nunes – Rio de janeiro (RJ)
Helio de Carvalho Vital – Rio de janeiro (RJ)
Luana Ramys de Souza – Anápolis (GO)
Thiago Soares – Capitólio (MG)
Lucca Shwingel – Matupá (MT)
Anderson Resende – Almenara (MG)
Bruno Rodrigues e Viviane Rodrigues – Macaé (RJ)
Tatiane Corrêa – Rio de Janeiro (RJ)
Juliana Martins – Mesquita (RJ)
Emerson Giglioti – São Bernardo do Campo (SP)
Marcelo Cardinali – Piracicaba (SP)
Luci Ramos Privat – Nova Iguaçu (RJ)
Renata Reis – Rio de Janeiro (RJ)
Emerson Mendes – Caratinga (MG)
Emerson Mendes – Rio de Janeiro (RJ)
Klubus Nicolás – Posadas/Missiones (Argentina)
Luciana Lopes – Rio de Janeiro (RJ)
Flávio Lemos
Jefferson Mazzoni – São José do Rio Preto (SP)
Marcos Alexandre – São Paulo (SP)
Douglas Abbud – Barra Mansa (RJ)
Valdete Couto – Rio de Janeiro (RJ)
Maria Eduarda de Lima
Paulo Eloy de Freitas – São Paulo (SP)
Carlos Ayres – Rio de Janeiro (RJ)
Victor Basile Astuto – Santos (SP)
Paulo César da Silva – Jales (SP)