[Astronomia Através da Janela] Abril com Superlua

[Astronomia Através da Janela] Gigantes e Pequeno Juntos
04/03/2021
RESULTADO FINAL – Edital de bolsas de extensão do SIMAP – Sistema de Museus, Acervos e Patrimônio Cultural
19/04/2021

[Astronomia Através da Janela] 

Abril com Superlua

 

A Lua, o satélite natural do nosso planeta Terra, ocupa uma posição de destaque nos fenômenos astronômicos do mês de abril. Além de diversos encontros planetários com ela, no final do mês poderemos observar o tão comentado evento chamado de Superlua. Você que é um ávido observador do céu não pode perder nenhum dos fenômenos desse mês, que serão fáceis de serem acompanhados.

Convidamos também a todos, a fotografar esses eventos e enviá-los pra gente por e-mail ou através do formulário eletrônico.

Iremos publicar as fotografias aqui no site e nas redes sociais.

Acompanhe os destaques do mês:

 

Conjunção Lua e Saturno

Nas primeiras horas do dia 6 teremos o primeiro de muitos encontros protagonizados pelo nosso satélite natural: Lua e Saturno! Será possível ver ambos nascerem juntos por volta das 02h, na constelação de Capricórnio, na direção Leste. A Lua, em sua fase minguante, estará com 29% de sua face iluminada, ainda fácil de ser localizada no céu noturno. Você poderá curtir a vista até o amanhecer, a olho nu. O planeta Júpiter estará um pouco abaixo dos dois, trazendo ainda mais beleza para o evento. Esse fenômeno pode também ser observado ao telescópio e detalhes da superfície lunar e dos anéis do planeta gigante Saturno poderão ser observados.
.

Conjunção Lua-Júpiter

No dia 7, a configuração da conjunção do dia anterior muda um pouco. Dessa vez, Lua e Júpiter nascem juntos um pouco mais tarde, por volta de 02h30 da manhã, na constelação de Capricórnio, também na direção leste. A Lua estará com apenas 20% de sua face iluminada; ainda fácil de ser localizada, mas sem deixar o céu noturno tão claro. Procure um local com o horizonte limpo, pouca iluminação e aproveite até o amanhecer.

Saturno estará um pouco acima da dupla, complementando a paisagem. Se você possuir um telescópio ou binóculo não deixe de observar os detalhes da superfície lunar além das 4 luas galileanas.

 

O Planeta Vermelho encontra a Lua

No dia 17 será a vez do encontro entre Lua e o planeta vermelho, Marte. Procure um local com o horizonte livre e, ao entardecer, a partir de 18h, olhe para o Noroeste, próximo à direção em que o Sol se põe. A Lua e Marte estarão visíveis na constelação de Touro, até por volta das 21 hrs. A Lua estará na fase crescente, porém, ainda pouco iluminada. Próximo a esse encontro está a famosa constelação de Órion, que possui uma estrela avermelhada chamada Betelgeuse.

Não há como confundir Marte com esta estrela do Órion, pois o planeta é o astro que estará mais próximo da Lua. Aproveite para registrar o momento e nos mandar a sua astrofotografia!.

 

Chuva de Meteoros Liridas

Essa chuva de meteoros está associada ao cometa Thatcher, do qual se tem registro de apenas uma única passagem próxima à Terra, em 1861. O fenômeno será visível entre os dias 16 e 25 de abril. Quem quiser acompanhar, sugerimos tentar observar na noite do dia 22/23, quando ocorrerá o máximo de sua atividade. As Liridas poderão ser vistas a olho nu, a partir das 23h30, nascendo próximas ao ponto cardeal nordeste, nas redondezas da constelação de Lyra (daí o seu nome), que tem como estrela mais brilhante, Vega. O fenômeno segue visível até o amanhecer. No entanto, será um desafio observá-lo, pois estima-se apenas 15 meteoros por hora. Então fique atento e não desvie o olhar do céu. Suas chances de conseguir observar o evento aumentam se buscar uma região de observação afastada de luzes artificiais, e esperar alguns minutos até sua visão se acostumar ao escuro. Os moradores das regiões Norte e Nordeste do país serão mais privilegiados, pois o fenômeno ocorrerá um pouco mais distante do horizonte. Ah, e caso tire alguma foto, mande para nós!

Superlua

A Superlua, ou Superlua Cheia, ocorre quando, na ocasião de uma Lua Cheia, o nosso satélite natural ocupa a posição de maior proximidade com a Terra – o seu perigeu, a cerca de 357.448 km de distância da Terra. Nesse dia 27, o satélite estará com um tamanho sutilmente superior ao normal.

A Lua nasce por volta de 18h15 próxima ao ponto cardeal Leste, e o uso de telescópios é indicado para uma observação mais detalhada das montanhas e crateras lunares, mas o fenômeno pode ser percebido a olho nu..

 

Constelações de destaque: Tentar encontrar as constelações no céu é um barato!

Gêmeos, Leão, Virgem, Boieiro, Lira, Balança, Carina, Cruzeiro do Sul e Centauro estarão em destaque.

 

Assista o Episódio de Dicas do Céu de Abril aqui:

#Valongo #Astronomia #UFRJ #Science #Astro #UniversidadePublica #AstroAtravesDaJanela #DesligueAsLuzes