ASTRONOMIA ATRAVÉS DA JANELA > NÃO PERCA O CÉU DE ABRIL

ASTRONOMIA ATRAVÉS DA JANELA
03/04/2020
ASTRONOMIA ATRAVÉS DA JANELA > O CÉU PERDEU AS ESTRELAS?
19/04/2020

ASTRONOMIA ATRAVÉS DA JANELA > NÃO PERCA O CÉU DE ABRIL

 

Para aproveitar o período em casa, fique de olho nos fenômenos astronômicos mais interessantes do mês de abril de 2020. Teremos o brilho máximo do planeta Vênus, o encontro do “quarteto Júpiter-Lua-Saturno-Marte”, a chuva de meteoros Lirídas e muito mais. Acompanhe as dicas do Observatório do Valongo da UFRJ:

 

03/04 – Conjunção entre Vênus e o aglomerado estelar Plêiades na constelação de Touro.Os dois astros poderão ser observados bem juntinhos a olho nu ou com uso de um simples binóculo no começo da noite, no horizonte Oeste, até o horário de 19:30. Imperdível!

 

10/04 – Passagem zenital (ponto mais alto do céu) do Telescópio Espacial Hubble pelo céu do Rio de Janeiro. Ele poderá ser visto a olho nu, transitando rapidamente ao lado de Júpiter (constelação de Sagitário) às 05:22.

 

15/04 – Encontro entre Júpiter, Lua, Saturno e Marte durante a madrugada, na direção Leste. Essa vale uma bela fotografia, além da possibilidade de observação com binóculos, ou mesmo com telescópios, para ver as crateras da Lua na fase quarto minguante e os anéis de Saturno;

 

16/04 – A Lua passará ao lado de Marte por volta de 01:30 na constelação de Capricórnio, no horizonte Leste;

 

22/04 – máximo de chuva de meteoros Lirídas. Esse fenômeno deve ser contemplado a olho nu, sem uso de instrumentos. Para acompanhar as estrelas cadentes, encontre um local com céu escuro e com horizonte Norte sem obstáculos. Os meteoros poderão ser visíveis na madrugada a partir de 01:30. Melhores chances de observação para as regiões Norte e Nordeste do país.

 

26/04 – Vênus, Lua e a estrela Aldebaran (constelação de Touro) irão formar belo triângulo celeste no começo da noite no horizonte Oeste.

 

Acompanhe ainda as constelações e as principais estrelas que serão visíveis no começo da noite durante todo o mês de abril no mapa estelar. Se você gostou das dicas, compartilhe e divulgue. Caso tenha dúvidas sobre estes e outros fenômenos astronômicos, escreva para o Astrônomo na Quarentena do Observatório do Valongo através do email extensao@astro.ufrj.br. Teremos o maior prazer em lhe ajudar. Acesse também nosso recém criado canal do Youtube, TValongo. Boas observações!

 

Créditos da imagem de Vênus e Plêiades: Daniel Mello e Observatório do Valongo;
Créditos do mapa estelar: HeavensAbove.com