[Astronomia Através da Janela] O Céu de Dezembro está em Festa

Semana da Astronomia 2020
27/11/2020
Os Paparazzis do Universo – Live especial sobre Astrofotografia
02/12/2020

[Astronomia Através da Janela]

O Céu de DEZEMBRO está em Festa

O último mês de 2020 chegou e trouxe consigo vários fenômenos imperdíveis!

Recheado dos mais variados eventos, desde eclipse solar à chuva de meteoros, o céu está à sua espera. Seja da sua janela, varanda ou campo aberto, não deixe de observar e se encantar com as maravilhas do Universo neste mês de dezembro de 2020.

Convidamos também a todos, a fotografar esses eventos e enviá-los pra gente por e-mail ou através do formulário eletrônico.

 

Iremos publicar as fotografias aqui no site e nas redes sociais.

Acompanhe os destaques do mês:

 

Encontro Vênus e Lua

No dia 12 teremos um belíssimo encontro de dois astros muito brilhantes no céu: uma conjunção entre Vênus e a Lua. Você poderá ver os dois astros nascerem juntos por volta das 03h40, na constelação de Libra, na direção leste. A Lua estará fininha, em sua fase minguante, com apenas 6% de sua face iluminada, mas ainda assim de fácil localização. Será possível observá-los até o amanhecer, a olho nu, e certamente poderá render belíssimas imagens.
.

Chuva de Meteoros Gemínidas

Curiosamente, essa belíssima chuva de meteoros é causada por fragmentos do asteroide 3200 Faetonte, e não de um cometa, como em outras famosas chuvas de meteoros. O radiante das Geminídas fica na constelação de Gêmeos e a chuva poderá ser observada entre os dias 4 e 17. No entanto, recomendamos a observação no dia 14, quando será o seu ápice. O melhor horário para observar este fenômeno, que poderá ser visto a olho nu, é entre 01h e 03h da madrugada. A taxa esperada é de cerca de 150 meteoros visíveis por hora! Simplesmente imperdível e vale o esforço de ficar acordado de madrugada.
Para tornar o evento ainda mais bonito, a Lua estará em sua fase nova, o que ajudará na qualidade da observação, pois sem a iluminação da Lua, o céu tende a ficar mais escuro. Mas mesmo assim, vale sempre a dica de tentar se afastar de qualquer tipo de luz artificial, e esperar alguns minutos até sua visão se acostumar ao escuro. Ah, e caso tire alguma foto, mande para nós!

 

Eclipse Solar Parcial

Dia 14 acontecerá um dos fenômenos astronômicos mais famosos: um eclipse solar.

Este fenômeno acontece quando a Terra entra na sombra da Lua; ou seja, a Lua passa entre o Sol e a Terra, encobrindo total ou parcialmente a imagem do Sol para um observador na Terra (ver imagem). O eclipse do dia 14 será visível em sua totalidade no extremo Sul da América do Sul (Argentina e Chile), porção ocidental da Oceania e zona tropical do Oceano Atlântico. No Brasil, o eclipse será parcial e poderá ser visto em todo o território nacional com exceção dos estados do Pará, Ceará, Rio Grande do Norte, Maranhão, Amapá e Roraima.

Na cidade de Porto Alegre, o eclipse terá início às 12h23, auge às 15h51 e término às 15h12, com 55% do Sol encoberto.

Na cidade do Rio de Janeiro, o eclipse terá início às 12h57, auge às 14h14 e término às 15h22, com apenas 32% do Sol encoberto.

Os mais atentos conseguirão perceber a gradual variação da luminosidade do Sol. Não se esqueça de NUNCA olhar diretamente para o Sol, seja com telescópios, binóculos ou a olho nu, mesmo durante um eclipse,  pois seus olhos podem ficar permanentemente danificados.

 

Encontro Triplo: Lua, Júpiter e Saturno

Como um preparativo para a conjunção planetária da década, Júpiter e Saturno poderão ser vistos ao lado da Lua crescente fininha no dia 16 (com cerca de 5% de sua face iluminada), na direção oeste, na constelação de Capricórnio. Sente-se em um cadeira confortável, relaxe na sua janela ou na varanda e se tiver um binóculo ou pequeno telescópio, curta ainda as crateras lunares, as luas de Júpiter e os anéis de Saturno. O espetáculo começará assim que escurecer e terminará por volta de 20h.

 

Início do verão

Às 07h02 do dia 21 ocorre o solstício de verão, iniciando o verão no Hemisfério Sul. Neste dia, a duração da parte clara do dia é a mais longa do ano. Após essa data, a parte clara do dia ficará gradativamente menor até atingir a mesma duração da parte escura da noite, no começo do outono, no dia 20 de março de 2021.

 

A Grande Conjunção

No dia 21 teremos o grande espetáculo aguardado do ano: os famosos planetas gasosos, Júpiter e Saturno estarão muito próximos visualmente no céu – com cerca de 0,1o de separação angular (o seu dedo mindinho esticado equivale a 1o de separação no céu). Essa proximidade aconteceu pela última vez há quase 400 anos, em 1623. Os planetas estarão na constelação de Capricórnio, na direção oeste e será possível observá-los assim que escurecer, até as 20h. Caso tenha dificuldade em encontrá-los, eles serão os dois objetos mais brilhantes próximos ao horizonte, na região onde o Sol se pôs, de modo que será necessário buscar uma região livre de impedimentos visuais no horizonte. A olho nu eles estarão quase que sobrepostos e uma observação cautelosa será possível ver que são de fato dois pontos luminosos e não apenas um. Porém, um espetáculo a parte irá acontecer para aqueles que conseguirem observar o fenômeno através de um telescópio simples ou binóculos pois será possível ver os detalhes dos planetas e suas luas num mesmo campo de visão. É proibido perder esse evento, pois o próximo deste nível, só em 2080.

 

Marte e Lua juntos novamente

Mais uma vez Marte nos proporcionará outro fenômeno incrível! Dia 23, o planeta vermelho estará logo abaixo da Lua, na direção Oeste, na constelação de Peixes. Para aqueles que ainda não sabem como encontrar o planeta vermelho, será fácil encontrá-lo buscando a Lua no céu, que estará em sua fase crescente, com 68% de sua face iluminada. Você poderá observar este encontro a partir do entardecer, até a meia noite do dia 24. Uma boa atividade preparativa para as festividades do final do ano será encerrar 2020 com uma bela imagem desse fenômeno. Se fizer o clique não deixe de enviar para a gente.

 

Constelações de destaque: Tentar encontrar as constelações no céu é um barato!

Órion, Touro, Gêmeos, Pégaso, Cão Maior, Carina, Grou, Vela, Baleia, Eridano, Cocheiro, Áries e Andrômeda estarão em destaque.

Assista o Episódio de Dicas do Céu de Dezembro aqui:

Texto: Luciana Socal.

Arte: Ana Beatriz de Mello
#Valongo #Astronomia #UFRJ #Science #Astro #UniversidadePublica #AstroAtravesDaJanela #DesligueAsLuzes